Debabaixo do nosso céu (com K​.​O. & Necxo) (Prod. Sentinela)

from by Sentinela

/
  • Streaming + Download

     

lyrics

"Debaixo Do Nosso Céu"

(Ori)
Eu quero...
Pintar a minha rotina com cores vivas e viver a vida
Numa Tela Branca com desenhos do futuro
Arquiteto por um dia, tenho um teto cá em cima
Que me impede de crescer mais que todos nesta vida
O mundo é pequeno e nós sonhamos em ser grande
E agarrar nas estrelas para mergulhá-las no mar
Virar o planeta ao contrário e sacudir
Estas pessoas más que fazem do mundo um mau lugar
Lar-doce-lar, a minha casa é a tua casa
E nós andamos em casa quando andamos na rua até tarde
Já são quase quatro da madrugada, farto...
De andar pela cidade só á procura de um bar
Aberto como a minha mente, é certo "toda a gente mente"
Mas eu não minto quando ando pedido de bebedo
Olha para mim num beco agarrado a estas paredes
A tentar segurar o mundo, ele não pára quieto
Fuck that man! O mundo gira não pára
E nós não temos como evitar andar ás voltas na vida
Duvidas que ás vezes fazemos coisas impossiveis?
Uma mix' num dia - Prop's Necxo e Osiris!

-REFRÃO-

(Kara)
Hoje o teu céu é o meu céu
Os teus problemas são os meus
Tu não vês...
Eu mostro-te o caminho para longe deles
O meu céu é o teu céu
Os meus problemas são os teus
Eu não vejo...
Mostra-me o caminho para longe deles

(Sentinela)
Sou o vicio de um cigarro que dá chama ao teu isqueiro
Reduzido a cinzas para dar cor ao teu cinzeiro
Se me amas não me importo que me grites ao ouvido
Podes ganhar a discussão, hoje quero perder contigo
Fixado num silêncio até não saber o que dizer
Porque hoje a lingua diz menos do que quer fazer
E quando os lábios se afastarem...Descança
Num guardanapo levo batom para te beijar á distância
Na mesma cidade volto á tua procura
Tatuado com histórias para agarrares esta aventura

(Kara)
Hoje vou fazer tudo para amanhã me arrepender
Consciência tranquila para quê? - Ninguém a vê!
Se as pessoas são o espelho do que mostras ao exterior
Não podes ter um futuro risonho com um passado de mau humor
Pensa duas vezes na vida que queres levar
Eu prefiro agir duas ou três antes de pensar
Tal pai tal filho e eu mantenho isso em segredo
Hoje chamo bebedo ao meu pai para quando crescer ser como ele
Ainda ontem era um puto, no fundo cresci depressa
Perco a vida no ginásio para aguentar a consciência

-REFRÃO-

(Kara)
Hoje o teu céu é o meu céu
Os teus problemas são os meus
Tu não vês...
Eu mostro-te o caminho para longe deles
O meu céu é o teu céu
Os meus problemas são os teus
Eu não vejo...
Mostra-me o caminho para longe deles

(Necxo)
Escrever para mim é como desabafar, é como falar sózinho
É por isso que escrevo...
e tento fazer com que cada linha te dê pele de galinha
A melhor arma que temos é a boca e há de sempre ser
Resta-te a ti, apenas a ti, acreditares sempre em ti
Pois és tu que escolhes se queres...

Ser igual a todo o mundo ou mudar o mundo passo a passo
Ter sempre o mundo a meus pés como se o tivesse calçado
Viver sempre intensamente e mostrar todo o encanto
Da vida que pode ser um paraiso sem que tu sejas um santo
Os dias viram rotina, atinas e nem sabes, vês!
Quado é que foi a ultima vês que fizeste algo pela primeira vês
Amigos para toda a vida mas cuidado com quem contas
Porque quando fazes contas á vida é com os punhos que acertas contas
Hoje lutas para manter a mente sã
Eu hoje olho para o dia de ontem e rimo sobre o amanhã
Vou esperar para ver o que me espera o futuro
Quem espera sempre alcança man, nao sou assim tão burro
Derrotas com sabor amargo, vitórias sabem a máguas
Sei como saramago - Depois da morte não há mais nada
Fechado num quarto em que as paredes só berram
Memórias são saudades que mesmo sem braços apertam!

credits

from Versão do Realizador​/​Chorar a Rir, track released April 20, 2011

tags

tags: hiphop rap Lisboa

license

all rights reserved

about

Sentinela Lisboa, Portugal

contact / help

Contact Sentinela

Streaming and
Download help