Ossos (Prod. N​.​G)

from by Sentinela

/
  • Streaming + Download

     

lyrics

Quem Nasce sem nada cresce com o mundo debaixo dos pés
O suficiente para saber que o homem só é grande quando se mede
Gente até aos vinte vivem parece que nem têm mãe
Os mais velhos parecem putos está difícil chegar-se a homem
Mulher sem vaidade vai dar o corpo ao mais pausado
Só conheces os gajos delas pela marca do carro
Sem amor na cama pensa no filho que não come
quando acaba fuma um cigarro pa matar a fome
Não te sintas culpado, não és o único parvo
Que confiou numa que diz que perdeu a virgindade depois do parto
Pernas de saltos altos dão-te carne pa te roer os ossos
E vêm-te a dar saltos altos com a corda no pescoço
O homem prevenido vale por dois, depois entendi
Quando dei o peito por ele, e ele deu as costas por mim
A união faz a força à muito tempo diz o ditado
Um morre a lutar o outro morre a ver a cena sentado
De um adulto sem amor vem um bebé sem nome
E o mundo não é tão belo como diz o Louis Armstrong
Sobe a cortina improvisa ninguém te manda rosas
Porque os teus únicos sonhos acabam quando tu acordas



Abre a mão e repara que nela não vês o caminho
Porque somos todos papeis rasgados sem vinco
Nota-se a barriga, pobreza não aborta o facto
Vejo mais uma criança com uma criança nos braços
Amor ódio lá em casa não dá a certa educação
Ambos os irmãos conhecem os pais pela palma da mão
Matas-te a trabalhar e não sabes como aconteceu
Mas parabéns, vais ser pai de um filho que não é teu
Dizes que o puto é vosso e das-me certezas que eu não tenho
Parece ter os olhos da mãe com a cara de um estranho
Corres sem travões para sentir o embate
E perceber que não vale a pena sorrir a alta velocidade
Enquanto a cobardia abate o fraco ficas à parte
Vendes o teu filho, ainda é muito cedo para ser pai
Ganância diz-me que querem ficar com o bolo todo
Escondem o que têm na mão para receberem o mesmo de novo
Mas ele é teu bro e não aproveitou a ocasião
Mas foi apanhado pelas migalhas que deixou cair no chão
Então começa a mudar hoje o homem que tu vês no espelho
Porque o ódio que dás aos putos vai fodendo o mundo inteiro

credits

from Versão do Realizador​/​Chorar a Rir, track released April 20, 2011

tags

tags: hiphop rap Lisboa

license

all rights reserved

about

Sentinela Lisboa, Portugal

contact / help

Contact Sentinela

Streaming and
Download help